Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2012

Viciado em Heroína e Cocaína 21 anos injectei até não conseguir mais encontar uma veia ,.Se eu consegui vencer as ruas do Casal Ventoso, tu também consegues

Imagem
Se eu consegui tu também consegues...

O tratamento da dependência pode parecer a tarefa mais difícil e mais solitária do mundo. Leva-nos a um penhasco íngreme, e não há escolhas fáceis.  Muitos de nós estamos nesta luta . O caminho para a sobriedade é diferente para todos nós.

1Tome uma avaliação de sua vida. O primeiro passo para recuperar a sua vida é admitir que você tem um problema. 2Obter o vício de sua vida. Remova qualquer das substâncias viciantes de seu ambiente.  3   Participe de um grupo de apoio para a companhia e inspiração. 4 Deixe amigos e familiares saberem da sua decisão.  5 Comprometer-se a mudar. O vício não é derrotado durante a noite. O tratamento leva tempo para ser eficaz.

O recrutamento de médicos para a área da toxicodependência é cada vez mais difícil

Imagem
O recrutamento de médicos para a área da toxicodependência é cada vez mais difícil

ENTREVISTA/JOÃO GOULÃOFalta de médicos para toxicodependentes pode resolver-se com integração de serviços das Administracões Regionais de Saude

ALERTA....ALERTA...A Crise, o desemprego e a Depressão está a fazer recair quem está em recuperação de Drogas e Álcool - Noticia Dezembro 2012 - Vigia-te para que não fiques pior do que já estás...Está na tua mão.

Imagem
Crise está a
 fazer disparar
 recaídas com 
álcool e droga



Ex-consumidores correm maiores  riscos de recair em fases complicadas

Um homem do Norte e outro do Centro do País têm em comum meses ou anos de abstinência de álcool. 
Batalhas vencidas há meses e que agora caem por terra perante as dificuldades económicas ou a falta de pagamento pelo trabalho prestado.
 A conjuntura de crise está a levar mais portugueses a pedirem ajuda nos centros de tratamento de álcool e droga, a maior parte dos quais por recaída. 
A procura já subiu em 2009, com dez mil novos doentes a serem tratados na rede do Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT). Um cenário que se agrava este ano porque há mais acesso a tratamento mas também devido à crise económica.

Não há dados sobre as causas dos pedidos de ajuda que suportem a tese. "É algo que se sente empiricamente, sobretudo no álcool", diz o presidente do IDT João Goulão. "Mais do que de casos de pessoas que vêm cá pela primeira vez, estamos a fa…