PARA VER OS VIDEOS PARA A MUSICA

Global Debate Guerras das Drogas

Loading...

domingo, 8 de janeiro de 2012

Coisas da metadona


Como conservar metadona?

Em casa, mantêm sempre a metadona em um lugar seguro. De preferência em uma caixa trancada ou em lugar de pouco acesso  - fora do alcance de crianças e claramente marcados para impedir ninguém  tomá-la acidentalmente. 

Lembra-te: A metadona é uma droga muito forte . 

Uma pequena quantidade pode matar uma criança ou um adulto que não tem uma tolerância a ela. 

Se alguém em sua casa acidentalmente beber a tua metadona, ligua para 112 ou para ambulância imediatamente. 

Armazena a metadona longe do calor ou frio extremos. 

A metadona que  levas para casa muitas vezes será misturado com água e, às vezes misturado com outros aditivos, especialmente fora de Portugal, dependendo de onde tomas a metadona. 

A solução geralmente dura por semanas. 

Quando  estás a viajar ou fora de casa, mantêm a tua metadona nas garrafas de prescrição que te foram dadas para evitar qualquer problema com a lei.





Se estiveres a fazer um tratamento de metadona e fores trabalhar para os EUA vê este link abaixo:


http://www.methadonetreatment.com








Ponho aqui informação quando... ou....sinto que o devo fazer ou simplesmente tenho alguma informação que possa achar útil para partilhar com vocês...é normal só cá vir as vezes mas se precisarem de algo deixem aqui uma mensagem que eu respondo.....abraço






Coisas que me dão....


Estava agora aqui sentado no sofá da minha sala e tive calor....calor quase de me despir todo, começo a ferver,fico encharcado em água estamos a 14 de Dezembro e está um frio de rachar...

Não queria ter calor, queria ter frio quando é tempo de ter frio e calor quando é tempo de ter calor...

Levantei-me para ir trabalhar eram 6:00 da manhã, tomei a medicação do HIV eram mais ou menos 00:00, a merda da medicação corta o efeito da metadona e a esta hora os sintomas parecem ser os de ressaca...

O dia lá fora está cinzento... ainda á pouco fui comprar um bolo rei ao Lidl e ao vir para casa senti o cheiro da morte, sim o cheiro da morte, aqui em Moscavide, Loures, perto da estação há um corrupio de trafico que todos podem ver...

Vi uma mulher com um ar  acabado sentada no lado do pendura, dentro de um carro gasto, olhou-me de lado, eu estou forte... sou careca e tenho cara de bófia isso sempre me disseram, o olhar de ressaca e ansiedade dela perseguiram-me enquanto eu caminhava em direcção a casa.


Eu bófia???

Pois sim, daria um excelente bófia sem dúvida, consigo cheirar a malandrice ao longe, de tantos anos que vivi nela que tópo logo quem está a espera de castanha...ou de branca ou de dar uma mista, senti um aperto no coração...


Ao entrar em casa disse em voz alta para mim .....

"- Não....para mim já chegou.... é muito triste viver para a droga...."


Pessoal vão ver as publicações mais antigas pode ter alguma coisa de interesse, se não tiver, vão ver outra coisa qualquer....

só não usem drogas ...

e se só se sentirem bem quando estiverem com uma dose bacana de metadona é pá ....então que seja ...tudo menos cavalo e coca...





Uso da metadona no tratamento da dor neuropática não-oncológica


O relato inclui sete casos de pacientes com dor neuropática crônica não-oncológica que não haviam obtido resultados satisfatórios com os tratamentos clássicos com antidepressivos tricíclicos e anti-convulsionantes.


 
O uso da metadona, opióide sintético, semelhante à morfina, por via oral, é referido como alternativa no tratamento da dor neuropática pela sua ação antagonista não-competitiva sobre os receptores NMDA. 

Este estudo tem como objetivo avaliar o uso da metadona no tratamento de pacientes portadores de dores crônicas de origem neuropática não-oncológica que não melhoraram com os tratamentos clássicos.

 RELATO DOS CASOS: São apresentados sete casos nos quais a dose de metadona foi titulada em consultas subseqüentes e as variáveis escore da intensidade álgica segundo a escala de faces, efeitos colaterais e melhora da capacidade funcional foram analisados no 1º, 7º, 14º, 30º e 180º dias após o início do uso da medicação. Houve redução do escore da intensidade álgica e a ocorrência de efeitos colaterais como constipação, sedação, náuseas, cefaléia e insônia. Não foram observados efeitos colaterais do tipo euforia, sudorese, mioclonias, retenção urinária, redução de libido e depressão respiratória.


 CONCLUSÕES: Os pacientes apresentaram resposta que foi considerada satisfatória ao uso da medicação, em baixas doses; controle dos efeitos colaterais com medidas simples e melhora representativa da capacidade funcional. A inclusão da metadona, nas condições deste estudo, mostrou-se uma opção eficaz, segura e de baixo custo, para o tratamento das dores de origem neuropáticas não-oncológicas. Unitermos: ANALGÉSICOS, Opióide: metadona; DOR, Crônica: neuropática, não-oncológica


 Benefícios da Metadona


Este artigo acima foi um copy-paste que retirei de um blogue que por acaso na minha busca de defesa aos tratamentos efectuados com a metadona encontrei, apenas coloquei o mais relevante para mim, com certeza que a nível técnico existam outros detalhes que tenham mais relevo para outros e por isso coloco o link do blogue que visitei para que se tiverem interesse o possa visitar e concluir o texto.

Achei que seria uma mais valia colocar este artigo porque eu pessoalmente desde que tomo metadona vejo os meus familiares a ficarem doentes como por exemplo gripes ocasionais, e outras situações que afecta a todos ou seja doenças comuns , e eu desde que tome de 24h em 24h metadona, o facto é que nunca estou doente e por isso achei curioso o depoimento e coloquei este pequeno texto retirado do artigo